Ecologia de comunidades na EEc Sta Bárbara
Community ecology at EEc Sta Bárbara


A Estação Ecológica
The protected area



A
Estação Ecológica de Santa Bárbara (EEcSB)

Este estudo está sendo conduzido na Estação Ecológica de Santa Bárbara (EEc Santa Bárbara; 22,817342° S; 49,236470° W), localizada no Município de Águas de Santa Bárbara, SP (ver Fig. 2). A estação cobre uma área de 3.154 ha e possui extensas áreas de cerrado, com várias fisionomias, variando de campo sujo a cerradão (Melo & Durigan, 2011). A herpetofauna da EEc Santa Bárbara é relativamente bem conhecida (Carmignotto, 2005; Nogueira, 2006; Nogueira et al., 2009; Araújo et al., 2010, 2013, 2014). Além de terem embasado algumas das hipóteses tratadas no presente projeto, esses estudos anteriores têm facilitado a identificação das espécies a serem amostradas.

A EEcSB compreende várias fisionomias vegetais (campo sujo, campo cerrado, cerrado típico, cerradão, matas de galeria e floresta estacional), com predomínio de formações abertas na porção norte e na porção leste (veja imagem de satélite abaiixo). Na parte sul da reserva predominam áreaas de cerradão.

ASB


A imagem de satélite abaixo exemplifica um gradiente de fisionomias entre campo cerrado e cerradão. Note que a transição entre as fisionomias é gradual.


ex


As fisionomias de cerrado predominantes na EEcSB são aqui ilustradas e descritas. O campo sujo, ilustrado na foto abaixo, possui estrato herbáceo denso, estrato arbustivo ralo e arvoretas ainda mais esparsas. Há uma grande riqueza de espécies vegetais nos estrato herbáceo.

cs


O campo cerrado possui, ainda, um estrato herbáceo denso, mas uma densidade maior de arbustos e árvores, como é possível notar na fotografia abaixo.

cc


No cerrado típico, ou cerrado sensu stricto, o estrato herbáceo já se mostra menos denso, predominando em áreas não ou pouco sombreadas. Soba as árvores, há acúmulo de serapilheira (ver segunda foto, abaixo) e poucas plantas do estrato herbáceo. Dois exemplos de cerrado típico são mostrados na fotografia abaixo. Note que o solo é comebrto por estrato herbáceo relativamente ralo e apresenta acúmulo de serapilheira em alguns pontos.

ct1 

Um segundo exemplo de cerrado típico é mostrado na fotografia abaixo.

ct2


Por fim, a formação mais densa de cerrado é o cerradão, fisionomia com estrutura de floresta. Nesse caso, pouca luz chega ao solo, há baixa densidade de espécies herbáceas e boa parte do solo é coberta por serapilheira.

ce1


O clima da região onde se encontra a EEcSB é caracterizado por um volume moderado de chuvas (média de 1.454 mm entre 1995 e 2014), concentradas entre outubro e março (ver gráfico abaixo). As temperaturas são mais altas também entre outubro e março (ver gráfico a seguir) e o inverno é ameno.

p



g


b

   

Copyright by Marcio Martins. Last changes: December 2015